As ligações clandestinas de água estão entre os maiores problemas que afetam o fornecimento de água. No município, a Águas de Primavera vem trabalhando fortemente para diminuir os índices de perda de água tratada. Além de investir em tecnologia e ações de conscientização da população, as equipes da concessionária estão percorrendo os bairros da cidade, com o objetivo de combater as fraudes, monitorando o consumo mensal e fiscalizando os hidrômetros nas residências e comércios.

O trabalho de fiscalização teve início nesta segunda-feira (29.06) e já identificou 31 ligações clandestinas em novas construções no setor do Buritis e Vertente das Águas, que estavam usando água direto do ramal sem o hidrômetro instalado. Após constatada a irregularidade, os imóveis tiveram o fornecimento de água cortado. Para regularizar a situação, os moradores devem solicitar a instalação do hidrômetro e para aqueles que já pediram a ligação nova de água, aguardar o prazo de execução do serviço da concessionária.

De acordo com o supervisor de serviços da Águas de Primavera, Anderson Leme, as ligações clandestinas contribuem para aumentar os índices de perdas no sistema de abastecimento de água, o que gera desperdício e prejudica o meio ambiente. “Uma ligação irregular, por exemplo, provoca vazamentos, perda de pressão na rede e, consequentemente, falta de água para a população. Além de prejudicar o abastecimento, as irregularidades também podem levar impurezas à rede de distribuição, comprometendo a qualidade da água e trazendo riscos à saúde”, frisou.

Ele também lembra que as fraudes são irregulares e ilegais e quem as comete pode ser enquadrado no Código Penal Brasileiro pelo crime de furto (Art. 155 do Código Penal). O imóvel tem o fornecimento de água interrompido, de acordo com o regulamento dos serviços de abastecimento de água de Primavera do Leste.

DENÚNCIA

Qualquer pessoa pode fazer a denúncia de ligação clandestina, não tendo necessidade de se identificar. “Nossa intenção não é punir, mas sim que todos estejam dentro da regularidade. Estamos sempre dispostos a negociar e garantir que o cliente se regularize, dessa forma, ele estará contribuindo para melhorar o abastecimento de água de toda a cidade e ajudando a promover a qualidade de vida e preservação ambiental”, destaca o supervisor.

As denúncias podem ser feitas pelo atendimento 24h da Águas de Primavera no 0800 647 6060 (ligações de telefone fixo e celular). A empresa disponibiliza também o WhatsApp pelo número (66) 99724-2963 e o aplicativo APP Águas.

Acompanhe nossas ações e curta a página da Águas de Primavera no Facebook: https://www.facebook.com/aguasdeprimavera/

Share Button