Hidrômetros antigos ou danificados estão sendo substituídos pelas unidades da Nascentes do Xingu nos municípios de Sorriso, Primavera do Leste, Peixoto de Azevedo, São José do Rio Claro, Marcelândia, Porto Esperidião e Jauru. O trabalho de modernização começou em dezembro e nos próximos meses cerca de 20 mil medidores serão trocados nas sete cidades.

A troca é necessária porque, com o passar dos anos, o aparelho sofre desgastes. “O hidrômetro é um aparelho de precisão, que garante que o morador pague exatamente pelo volume de água consumido no mês”, destaca o coordenador da ação na regional norte da empresa, Rafael Bertolazi. Segundo ele, a troca é essencial tanto para a empresa quanto para a população.

O coordenador esclarece que, antes da troca, o morador recebe a visita de um colaborador identificado que explica como ela será feita e tira dúvidas sobre a necessidade da substituição e o funcionamento do equipamento.  “O usuário também recebe um panfleto educativo com dicas sobre o tema e só após isso é que a equipe de operações da empresa recebe uma ordem de serviço e vai até a residência indicada”, conta.

Para garantir que o serviço seja feito dentro prazo previsto, a equipe tem trabalhado até nos finais de semana. “Há vários casos em que não encontramos o morador em casa e, como uma grande parte dos hidrômetros da cidade fica dentro dos quintais, é necessário voltar em um horário mais apropriado para o usuário”, afirma Bertolazi.

Bom uso – Para quem não terá o aparelho da sua residência trocado (hidrômetros com menos de cinco anos e em bom estado de conservação) o colaborador destaca que é fundamental ter alguns cuidados. “Para que a medição não apresente erros, é importante não cometer irregularidades como violar lacres e alterar as condições de instalação e de funcionamento do medidor”.

Ele lembra ainda que, embora, seja um bem público, a conservação e a guarda do hidrômetro são de responsabilidade dos usuários. “Também é responsabilidade do consumidor comunicar à concessionária quando constatado algum problema com o equipamento. A troca do aparelho é feita pela empresa e não tem custo para o cliente, exceto se forem detectadas irregularidades”.

Share Button