O sistema de fornecimento de água de Sorriso tem recebido constantes melhorias e, até 2017, R$ 74 milhões serão investidos na cidade para ampliar o abastecimento e o acesso da população à rede de esgotamento sanitário. No último ano, a produção de água no município saltou de 700 m³ por hora para mais 1.000 m³ por hora, com a perfuração de seis novos poços, cada um com capacidade para abastecer 13 mil pessoas.

A cidade também recebeu, em 2013, quatro mil novos metros de adutoras, novas setorizações e extensão de rede, ampliando o abastecimento a bairros como Bela Vista, Kaiabi, Grande São Domingos, Aurora, Vila Bela, União, Rota do Sol, Pinheiros II, Taiamã, Morada do Sol, Jardim Itália e Centro.

No primeiro semestre de 2014, serão perfurados no município mais três novos poços, que ampliarão o abastecimento nas regiões do Rota do Sol, Bela Vista e São Domingos. Para manter a oferta de água com qualidade e regularidade, a construção de três reservatórios também será realizada nos bairros Kaibi, Rota do Sol e São Domingos. A expansão do abastecimento tem como principal meta acompanhar o contínuo e promissor crescimento de Sorriso.

Conforme o diretor-executivo da concessionária, José Ailton Rodrigues, ações de melhoria não param no município. Ele lembra que também estão sendo construídos no bairro Bela Vista dois reservatórios, que juntos terão capacidade para 1 milhão de litros de água. Segundo previsão da empresa, eles ficam prontos no mês de junho. Até lá, a Águas de Sorriso executará novas obras e a substituição gratuita de cerca de nove mil hidrômetros antigos.

A construção da rede de esgotamento sanitário em cinco bairros também está prevista para o primeiro semestre deste ano. Além disso, Rodrigues garante que os investimentos para tratamento dos esgotos serão ainda maiores nos próximos anos, quando a concessionária dará início a construção da nova Estação de Tratamento de Esgotos, a execução de oito Estações Elevatórias, 15 mil metros de interceptores, 240 mil metros de rede coletora de esgotos e a implantação de 18.000 ligações. A meta é dar acesso ao serviço a 90% da população até 2016.

“Temos trabalhado permanentemente em Sorriso para garantir a qualidade dos serviços e o cumprimento do contrato de concessão. O resultado disso é visível, pois várias regiões da cidade hoje têm o abastecimento regularizado e, em outras, o tratamento dos esgotos já é uma realidade”, afirma.

O diretor da concessionária, no entanto, reconhece que ainda há muito a ser feito. “O montante de 74 milhões dará suporte as ações que precisamos realizar para melhorar ainda mais os serviços de saneamento no município, o que significa oferecer mais saúde e qualidade de vida aos sorrisenses”, enfatiza.

REAJUSTE – Rodrigues também reforça que o reajuste de 21,06% da tarifa, ocorrido em novembro passado, também fará frente às melhorias e a ampliação dos sistemas de água e esgotos de Sorriso. “O reajuste, que foi autorizado pelo Conselho Municipal de Saneamento, nos ajudará a dar continuidade nas obras já considerando o desenvolvimento futuro da cidade. Além disso, é importante lembrar que tudo o que foi construído pela Águas de Sorriso, ao final do contrato, será um bem do próprio município”.

Ainda sobre o reajuste, o diretor da concessionária esclarece que ele foi aplicado no mês de novembro, sendo amplamente divulgado nos meios de comunicação e nas faturas emitidas naquele mês. No entanto, devido a um equivoco, as faturas dos meses subsequentes foram emitidas com o mesmo aviso, devendo o consumidor ignorar o comunicado.

Share Button